September 11, 2019

Please reload

Posts Recentes

Como manter a saúde mental ? Atenção, prevenção e motivação

November 12, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

5 hábitos que desativam o pensamento negativo

October 4, 2017

“Nós agimos como pensamos e sentimos. Quando removemos o pensamento negativo, eliminamos também o drama e a dor.” – Anon.

 

Os pensamentos negativos não servem a absolutamente nenhum propósito. E não têm nada a ver com você como pessoa.

 

Os pensamentos tóxicos não definem seu caráter e não podem determinar o seu destino.

 

Nós determinamos o poder de cada pensamento negativo. Infelizmente, permitimos que eles tenham muita influência – e isso é que nos causa danos.

 

Buda disse uma vez: “Seu pior inimigo não pode prejudicá-lo tanto quanto seus próprios pensamentos não protegidos”.

 

Às vezes, os pensamentos negativos tendem a se esconder – nesses momentos a reestruturação cognitiva é essencial.

 

A Dra. Alice Boyes, ex-psicóloga clínica e autora, descreve a reestruturação cognitiva como “uma parte central da Terapia cognitivo comportamental (TCC)”, que considera “um dos tratamentos psicológicos mais eficazes”.

 

Não, você não precisa participar da TCC para aprender reestruturação cognitiva.

 

Abaixo estão alguns fundamentos da reestruturação cognitiva. Embora você não se torne um especialista na técnica, vai manter-se informado e empoderado:

 

1. Observe o pensamento

 

Concentre-se em sua mente e simplesmente observe o pensamento negativo.

 

Os pensamentos negativos são geralmente um produto de distorções cognitivas ou padrões de pensamento irracionais, algo reconhecido por psicólogos e psiquiatras em todo o mundo. Você não precisa de psicoterapia ou medicação – você só precisa observar um pensamento e depois vê-lo dissipar-se.

 

2. Questione qualquer ruminação

 

Ruminações são padrões de pensamento excessivo, por exemplo, “Eu tenho esse problema, e posso resolvê-lo, se continuar pensando sobre ele.” A menos que você esteja ativamente envolvendo o lobo frontal do seu cérebro – isto é, tentando resolver um problema – a maioria das ruminações são inúteis.

 

A questão, então, torna-se: “Como eu reformulo esses pensamentos?”

 

Aqui está um curso de ação sugerido:

 

(A) Crie duas colunas em uma folha de papel. Nomeie a primeira coluna de “Pensamento” e a segunda coluna de “Solução”.

 

(B) Quando a ruminação aparecer, anote-a. Escreva qualquer coisa útil na coluna “solução”.

 

(C) No final do dia / semana / mês, conte o número de vezes que o pensamento apareceu e quaisquer opiniões e insights.

 

Existe alguma coisa de valor? Caso contrário, releia o tópico 1.

 

3. Determine a evidência

 

Outra maneira de reformular seus pensamentos é avaliar a evidência por trás deles.

Por exemplo, se você está sempre pensando “Eu nunca tenho dinheiro suficiente”, pode ser útil avaliar a evidência e chegar a uma solução (se necessário).

 

Mais uma vez, você criará duas colunas. Na coluna (A), escreva qualquer prova de apoio de que nunca tem dinheiro suficiente. Por exemplo, saldo da conta bancária, sempre pedir dinheiro emprestado, etc. Na coluna (B), escreva qualquer evidência objetiva que demonstre o contrário. Por exemplo: ter um abrigo, comida, roupas e assim por diante.

 

Que informação é transmitida através deste exercício? Você pode dizer com 100% de honestidade que “nunca tem dinheiro suficiente”? Em caso afirmativo, qual o próximo curso de ação? Limitar seus gastos?

 

4.Pratique mindfulness (atenção plena)

 

Christopher Bergland, cientista, explica mindfulness como “muito mais básica do que a maioria das pessoas percebe”. Bergland divide sua abordagem de mindfulness em três etapas: “Pare. Respire. Pense no seu pensamento. Qualquer um pode usar essa simples técnica de mindfulness ao longo do dia para  manter-se calmo, focado, otimista e gentil.”

 

5. Entenda impermanência e neutralidade

 

Os pensamentos negativos são passageiros e temporários, sem qualquer poder real.

 

Não importa quais pensamentos negativos atravessam a sua mente, é crucial entender esses conceitos. Na verdade, você pode até criar e recitar uma máxima, por exemplo “Este é um pensamento negativo. Eu o observarei, mas não engajarei, já que ele desaparecerá rapidamente.”

 

Uma ótima maneira de demonstrar a impotência de um pensamento negativo é distrair-se. Faça algo que ocupe sua mente, então, não haverá espaço para os pensamentos negativos.

 

FONTE: O SEGREDO

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags