September 11, 2019

Please reload

Posts Recentes

Como manter a saúde mental ? Atenção, prevenção e motivação

November 12, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

O que podemos aprender com a queda?

August 29, 2018

O que nos define é a forma como levantamos depois da queda.

Está cansado? desenhe flores,

Está com raiva? Desenhe linhas,

Está desesperado? Desenhe um caminho!

 

Era mais uma manhã de trabalho no ano de 2005. Minha filha tinha nascido há alguns meses e a minha euforia junto com a necessidade de crescer para encarar os novos desafios eram enormes. Sou dentista, formado em 1987. Fundei e dirigi durante vinte e um anos a operadora de planos odontológicos Oral Clean que comercializava planos odontológicos para funcionários de empresas e cujo desfecho conto nesse artigo.

 

Lembro-me, naquela manhã, que ao chegar no escritório deparei na recepção com um rapaz simpático, cumprimentei-o e subi para a minha sala. Alguns minutos depois, minha secretária entrou no meu escritório, branca como cera. “Está tudo bem? está sentindo alguma coisa”? perguntei. A partir daí as palavras que ouvi nunca mais eu esqueci. “Aquele rapaz, lá embaixo, está trazendo a carta de rescisão do nosso contrato”, disse ela, assustada, referindo-se ao nosso maior contrato, responsável, até então, pôr mais da metade do nosso faturamento.

 

Os dias que se passaram foram bem difíceis. Pôr várias noites me encontrei acordado no meio da madrugada preocupadíssimo com a situação que eu não enxergava solução, mas que, de alguma forma, precisava encontrar.

 

Eu nunca tinha passado por nada parecido. Dê uma hora para outra as contas não batiam, meu futuro estava indefinido, meus planos incertos, juntamente com os da minha filha de poucos meses. Sempre ouvi que é na dificuldade que aprendemos novas lições, confesso que essa lição estava sendo bem dura.

 

O melhor professor da vida é a experiência, ela cobra caro, mas explica bem.

 

Todos nós somos obrigados pela sociedade a atingir o sucesso e o topo que agora estavam bem distantes. O pior momento foi mostrar a situação à minha família. A preocupação de todos seria uma das minhas piores dores, fazendo desses dias, com certeza, os mais difíceis da minha vida. A sensação de derrota e o sentimento de fracasso faziam eu me sentir incompetente, envergonhado, com medo e repleto de incertezas.

 

De repente não dava mais para passear com a família, viajar ou comprar o que minha filha pedia. Era preciso fazer conta para tudo e se eu comprasse uma coisa deixava de pagar outra. Os credores começaram a ligar e até o condomínio do meu apartamento eu atrasei. Senti uma sensação horrível, passei a não atender mais o celular.

 

“O que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida “. (William Shakespeare)

 

Foi pensando assim que consegui achar forças que não imaginava ter. Apesar de tudo que estava passando e de todas as incertezas eu não podia continuar apavorado e com medo. De alguma forma eu precisava confiar que tudo daria certo, eu não tinha outra escolha e assim procurei seguir com os meus dias.

 

“Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteja, mas continue em frente de qualquer jeito” (Martin Luther King)

 

Fazíamos o possível para contornar a situação da melhor forma. Tentávamos manter a carteira de associados saudável financeiramente para que tivéssemos condições de comercializá-los com outra empresa o que de fato foi feito cinco anos depois.

 

A partir daí, segui em frente e hoje, quando olho para trás, agradeço todas as dificuldades que me trouxeram muito aprendizado e a descoberta que possuía a tal da motivação e que o medo, apesar de tudo, pode ser controlado e administrado.

 

Nesse tempo refleti que nada é certo e seguro na vida. Nossos empreendimentos, empregos, amigos, relacionamentos e até a nossa própria vida e isso são coisas que costumamos não dar muita atenção.

 

Hoje, como palestrante, passo minhas experiências às outras pessoas que em grande parte são estressadas e muito preocupadas com sua posição profissional. Muitas são infelizes com suas vidas, relacionamentos e trabalho. Passei a mostrar a importância da motivação como combustível necessário e que, como o banho, tem que ser tomada diariamente.

 

Lembro, que um dia lendo sobre os arrependimentos das pessoas em seus leitos de morte e agora após minhas dificuldades, ter repensado sobre a maneira de levar a vida.

 

“Não importa o que a vida fez com você, mas o que você fez com o que a vida fez com você” (Jean Paul Sartre)

 

Não gaste tempo demais no trabalho ao invés de estar junto das pessoas amadas, esse tempo não volta mais.

 

Não deixe de dizer eu te amo para as pessoas que ama, poderá não ter outra chance.

 

Tenha sempre tempo para brincar com seus filhos, eles crescem rápido.

 

Não permita passar a maior parte do seu tempo em um trabalho estressante e que não goste, o seu tempo é precioso.

 

Tenha coragem para mudar uma vida infeliz, ainda há muito tempo pela frente.

 

Não queira que o tempo passe rápido, consequentemente a vida, para ser feliz só no final de semana, feriados ou nas férias, seja feliz hoje e agora.

 

Aprenda a aceitar a vida como ela é, estresse, ansiedade e desespero não resolvem nada, pelo contrário.

 

Não reclame, aja, lamentar o passado só prolonga o sofrimento.

 

Arrume tempo para novas experiências, são com elas que faremos grandes descobertas.

 

Tenha tempo para novos conhecimentos, pois serão a única coisa que ninguém tirará de você.

 

Não se preocupe com a opinião dos outros, opiniões não resolvem problemas e sim as suas atitudes.

 

Estejamos preparados para as mudanças necessárias e que a felicidade esteja sempre presente.

 

Pesquisas mostram que não é o sucesso que traz felicidade, mas a felicidade é que traz o sucesso.

 

Portanto, não importa o tamanho da queda, tenha sempre a felicidade dentro de você pois, de alguma forma, tudo, no final, se resolve.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Procurar por tags